No dia 27 de maio o Parque Estadual Rio Canoas, em Campos Novos, 15 anos de criação e para comemorar a data, juntamente com as festividades pelo Dia Mundial do Meio Ambiente, em 05 de junho, a Unidade de Conservação vai receber alunos de várias escolas da região. A aproximação das escolas e do Parque, a realização de programas de educação ambiental são fundamentais para a conscientização sobre a preservação do meio ambiente.

No dia 05 de junho, o Parque vai receber, durante todo o dia, 25 alunos do município de Cerro Negro, em parceria com a CTG Brasil. No mesmo dia, 30 alunos do CEJA de Campos Novos participam da Primeira Trilha Noturna no parque após a inauguração da Unidade.

Na quinta-feira, 06 de junho, 30 alunos de Abdon Batista e 30 alunos de Vargem vão passar o dia no Parque desfrutando das belezas e riquezas naturais do local que, atualmente, tem abertas duas trilhas, além de centro de visitantes com espaço para projetos de educação ambiental.

No dia 07 de junho será a vez de 30 alunos da escola da Barra do Leão, pertencente a Campos Novos, apreciarem a Unidade de Conservação. Ao todo, devem passar pelo Parque Rio Canoas, nestes dias, cerca de 150 estudantes.

O Parque

Localizado no munic√≠pio de Campos Novos, o Parque Estadual Rio Canoas (PAERC) foi criado pelo Decreto n¬ļ 1.871, de 27 de maio de 2004. √Č uma das 10 unidades de Conserva√ß√£o administradas pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA). A √°rea de 1.133,25 hectares foi adquirida pela Campos Novos Energia S.A. - Enercan e doada ao Governo do Estado de Santa Catarina como compensa√ß√£o ambiental pelo aproveitamento hidrel√©trico de Campos Novos na Bacia Hidrogr√°fica do Rio Canoas.

Boa parte das riquezas naturais de Santa Catarina est√° abrigada nessa √°rea. Pertencente ao bioma Mata Atl√Ęntica, esta Unidade de Conserva√ß√£o tem a finalidade de proteger a biodiversidade da Floresta Ombr√≥fila Mista (Floresta de Arauc√°ria), formada por arauc√°ria, xaxim, imbuia, cedro e demais esp√©cies arb√≥reas.

Serve de abrigo para diversas espécies da fauna, desde cervídeos a felinos, dentre eles o gato-maracajá e a onça-parda.

Infraestrutura

Aberto para visita√ß√£o em novembro de 2018, o Parque conta com infraestrutura para visita√ß√£o, al√©m de educa√ß√£o ambiental e outras atividades em meio √† natureza. 

A princ√≠pio, o local oferece duas trilhas ecol√≥gicas: Trilha das √Āguas (4.400 metros de extens√£o) e a Trilha do Cemit√©rio (600 metros). Mas, j√° est√£o em fase de implanta√ß√£o outras duas, a Trilha do Mirante do Lago (12 mil metros de extens√£o) e a trilha do Lajeado do Roberto (4 mil metros de estrada + 3.400 metros) que tem como principal atra√ß√£o a cachoeira de mesmo nome.

O Parque estar√° aberto para visita√ß√£o de quarta-feira a sexta-feira, de 9h √†s 17h, e aos s√°bados e domingos das 13h √†s 17h. Para percorrer as trilhas os visitantes precisam do acompanhamento e orienta√ß√£o de guias. Grupos maiores, como escolas, universidades e demais organiza√ß√Ķes, √© necess√°rio agendamento pr√©vio.

O Parque √© administrado pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), com cogest√£o da OSCIP (Organiza√ß√£o da Sociedade Civil de Interesse P√ļblico) Grimpeiro. Para maiores informa√ß√Ķes basta entrar em contato pelo telefone (49) 99836-4969 e/ou pelo e-mail grimpeiro.paerc@gmail.com.br.